Rádio Comunicador Digital DTR620 Motorola

O Rádio DTR620 Não é necessário nenhum tipo de licença para utilizar os rádios de 900 MHz. Além disso, para reforçar a segurança, esses rádios apresentam transmissão por salto de freqüência (FHSS) com 50 grupos não sobrepostos. Ao contrário dos rádios analógicos, é possível comunicar-se com diversos grupos simultaneamente no mesmo local. Porque os rádios digitais Motorola atendem melhor às suas necessidades. O aumento da cobertura, a vida útil da bateria e a qualidade do áudio não são as únicas vantagens dos nossos novos rádios digitais.

Além de todos esses benefícios, você poderá usufruir de várias características operacionais de ponta que nunca estiveram disponíveis antes. E em breve você irá se perguntar como conseguiu trabalhar sem elas.

A tecnologia digital do rádio portátil DTR620 permite que cada rádio tenha sua própria identificação digital. Dessa forma, você consegue se comunicar de forma mais versátil e pode contar com as seguintes opções de chamada:

Chamada Digital Individual

Permite chamar e falar privativamente com um usuário específico. Pode receber alertas audíveis ou vibratórios e possui identificador de chamadas.
Chamada Digital para Grupo

Chamada pública de grupo – todos os rádios da Série DTR com a mesma identificação de grupo e canal comunicam-se entre si, de forma similar aos analógicos.

Chamada de grupo privativa – os rádios da Série DTR podem ser programados comunicação entre grupos específicos. Nesse caso, o usuário que faz a chamada identificado pelo nome do grupo.
O identificador de chamada também permite:

Transferência de chamada para outros membros do grupo – notifica os demais usuários do mesmo grupo que você está indisponível, permitindo-lhes comunicação com o usuário para o qual você direcionou suas chamadas.

Identificação de chamada – o usuário que recebe a chamada visualiza quem chama. Se o nome do usuário que está chamando estiver na lista de contatos, mesmo aparecerá no visor do rádio que recebeu a chamada.

Mensagens de texto (SMS) – o equipamento apresenta dez opções de mensagem, como por exemplo, “Retorno sua chamada em 5 minutos”. Além disso, é possível digitar mensagens atendendo às necessidades específicas.

Lista dos últimos contatos – apresenta os nomes, sejam de grupos ou individuais, que chamam com maior freqüência para facilitar o seu acesso. Você pode também visualizar a lista das últimas chamadas com os respectivos dados de origem, destino, data e hora.

Tudo isso somado gera uma combinação perfeita de características para melhor atendê-lo e a um preço acessível.

http://www.oluapmot.com.br/dtr-620-motorola-dtr-620.php

Fonte: Oluapmot

 

Rádios Comunicadores Portáteis Motorola

Independente do Tamanho de Sua Empresa, a Motorola Tem Rádios Portáteis que Atendem às Suas Necessidades de Comunicação.

Eficiência, produtividade e segurança são vitais para a organização. Com uma ampla variedade de modelos e recursos, os rádios portáteis bidirecionais da Motorola são a solução ideal para suas necessidades de comunicação.

A diversa gama de rádios bidirecionais portáteis  da Motorola oferece soluções que permitem coordenar operações e se comunicar de maneira mais eficiente com o pessoal que compõe uma organização.

Alguns Rádios Portáteis Bidirecionais Motorola:

Rádios Portáteis DEP450- opera em modo digital e analógico

Rádios Portáteis DTR620 Digital – Não necessita de licença Anatel

Rádios Portáteis EP450 S – Com  e sem visor

Rádios Portáteis EP150-  Simples, compacto e resistente

Rádios Comunicadores Motorola para Diversos Segmentos de Empresas.

Rádios Comunicadores Motorola para Diversos Segmentos de Empresas.

Fonte: oluapmot

Coordene as equipes com o uso do dep450

Quando você precisa de uma solução de comunicação simples, confiável e rentável para ajudar a conectar e coordenar várias equipes de trabalho capazes de colaborar entre si, considere os rádios portáteis bidirecionais  DEP 450, projetados para fazer o trabalho de maneira correta. Com seu design ergonômico fácil de usar e um áudio forte e claro, agora suas equipes podem trabalhar de maneira mais eficiente.

Libere o potencial de seus rádios DEP 450 com acessórios Motorola Original®. São os únicos acessórios projetados, construídos e testados com seu rádio para otimizar seu
desempenho. (Para obter informações sobre o portfólio completo, consulte a folha de dados.)
MELHORE A MANEIRA DE TRABALHAR

Um trabalhador da construção leva consigo seu DEP 450 como elemento básico de seu jogo de ferramentas. A tecnologia digital proporciona a você uma excelente cobertura em todo o local. E também conta com uma bateria muito mais duradoura, de modo que você sabe que dispõe de comunicações de voz confiáveis durante todo o dia.

O pessoal da área de fabricação de uma fábrica de peças confia nos terminais portáteis DEP 450 para a coordenação de suas operações. O software de cancelamento de ruído digital filtra o pior do ruído de fundo, permitindo ouvir com total clareza acima do ruído do maquinário. A capacidade da fábrica está expandindo-se, de modo que se decidiu implantar a funcionalidade de Modo Direto de Capacidade Dual de MOTOTRBO, que duplica a quantidade de chamadas admitidas em um mesmo espectro.
Um guarda de segurança utiliza seu DEP 450 para alertar a sala de controle de certas atividades suspeitas. O design  intuitivo do rádio é fácil de usar na escuridão, e pode até
mesmo sussurrar sabendo que o AGC (Controle Automático de Ganho) digital automaticamente aumentará o volume para que sua mensagem seja ouvido com total clareza no escritório. E, se estiver em apuros, você pode usar um dos botões laterais
programáveis para pedir ajuda com um só toque.

Fonte: Oluapmot

ssp vai licitar sistema de radiocomunicacao digital em santa catarina

O serviço de radiocomunicação nas forças de segurança pública de Santa Catarina, que trabalham há 12 anos com o modelo analógico, vai enfim migrar para o digital. Em agosto, a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado) montou uma comissão formada por integrantes das polícias Militar e Civil, do IGP (Instituto Geral de Perícias) e Deap (Departamento Estadual de Administração Penal), com o intuito de discutir as bases de um edital de licitação para o sistema digital. A comissão encerrará os trabalhos até o final de setembro. “A apresentação final indicará a melhor forma de fazer a licitação dos rádios para o sistema digital,

Fonte: ndonline

 

Aerbras divulga pesquisa sobre uso da radiocomunicação no Brasil

Diante da profusão de aplicativos e meios de comunicação instantâneos, muitas pessoas imaginam que os processos mais tradicionais estão em declínio, enquanto os novos estão chegando para ganhar um lugar ao sol. De fato, essa é uma realidade, mas quando o assunto é radiocomunicação, tal pensamento não se justifica.

Para provar essa teoria, a Aerbras – Associação das Empresas de Radiocomunicação do Brasil – realizou a primeira Pesquisa Nacional Aerbras de Radiocomunicação. Com o objetivo de evidenciar a importância da radiocomunicação como ferramenta indispensável ao Poder Público e ao setor privado, foram ouvidas 746 empresas que fazem uso desse sistema.

Durante a pesquisa, foi possível perceber que depois de mais de 100 anos, o uso da radiocomunicação ainda é de suma importância para a efetividade de processos de comunicação nas empresas. Cerca de 34% dos ouvidos disseram que a radiocomunicação agrega mais rapidez aos processos, 28% garantiram que é a comunicação mais instantânea e 24% acham a mobilidade oferecida pelo sistema o melhor atrativo.

Além disso, foi possível perceber que para as empresas, o uso da radiocomunicação é de baixo custo, a manutenção e reposição dos equipamentos é eficiente, e que a mudança do sistema analógico para o digital será implementado pelas empresas em até cinco anos, gerando ainda mais eficiência.

Segundo o presidente da Aerbras, Adriano Fachini, a utilização do rádio ainda está em grande expansão. “A radiocomunicação mantém-se como o principal meio de telecomunicação, seja na administração pública direta e indireta, seja no setor privado. Podemos citar como os principais segmentos produtivos usuários do serviço o setor industrial, em especial siderúrgicas e farmacêuticas, passando por empresas prestadoras de serviços públicos de água, eletricidade, gás, entre outras”, afirma.

“Em um mundo no qual o ciclo de vida das tecnologias é cada vez mais curto, é de se admirar que em meados do século XXI a radiocomunicação completou um século. Tal fato traduz a verdade indelével que o que é bom vem pra ficar, e isso quem afirma não somos nós, é o consumidor que sabe muito bem separar o essencial do supérfluo”, finaliza Fachini.

Fonte: Jonaldiadia

 

Viaturas do SAMU regional já contam com Sistema de radiocomunicação

As viaturas do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) já contam, deste da semana passada, com mais uma ferramenta para auxiliar o atendimento de ocorrências.
O serviço recebeu a doação de 18 aparelhos de rádiocomunicação, que serão utilizados nas viaturas das cidades que compõe o SAMU regional: Bragança Paulista, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Joanópolis, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Socorro, Tuiuti e Vargem.
Um aparelho central também foi instalado na base da Central de Regulações Médicas em Bragança Paulista. Destes 18, 15 foram instalados em viaturas tripuladas na região e três em reservas técnicas de Bragança Paulista. Além da doação, realizada pela Polícia Civil, também foi autorizado formalmente a utilização de sua antena repetidora localizada no bairro Guaripocaba, para o Sistema de Rádio Comunicação do SAMU.
Antes, as equipes faziam uso de um sistema de celular corporativo, mas que dependia de fatores como o sinal de telefonia para funcionar.
Desta forma, o SAMU Regional deixou de depender de considerável importância financeira e ganhou uma ferramenta mais útil para prestar assistência pré-hospitalar na urgência e emergência.
O uso dos rádios facilitará a comunicação entre a base e as viaturas que estão na rua no atendimento de ocorrências.

Fonte: PortalBragança

Radiocomunicação marca gol de placa na Copa do Mundo de 2014

A Copa do Mundo de 2014 teve início semana passada na capital paulista, com vitória da seleção canarinho que se deu ao luxo de ganhar de goleada, mesmo marcando o primeiro gol contra. O evento foi marcado pela apresentação de abertura que revelou ao mundo as tradições da cultura brasileira em suas mais diversas facetas, mostrando o que cada região brasileira tem de melhor.

Além da goleada, o Brasil mostrou que o país é show de bola também na ciência com a apresentação do Exoesqueleto, inovação de cientistas brasileiros que no futuro permitirá que muitos paraplégicos voltem a caminhar. Realizar um evento desse porte com a ameaça iminente de protestos e manifestações demandou muita energia e organização de diversas equipes ligadas à produção, organização e segurança do evento.

Como o sincronismo de operações necessita da tomada de decisões imediatas e coordenação de pessoas que atuam conjuntamente, somente um meio de comunicação pode proporcionar esse ganho de produtividade: a radiocomunicação.

Além das equipes que atuaram no espetáculo de abertura do evento, todas as atividades de segurança no entorno utilizaram a radiocomunicação, sendo as principais delas: Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, CET, Samu(Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), dentre outras.

Por que o rádio continua sendo insubstituível, mesmo havendo atualmente meios de comunicação mais modernos e sofisticados? Porque nenhum deles possui a confiabilidade da radiocomunicação. Quando se precisa ter certeza que a mensagem deve chegar ao seu destino com integridade absoluta no instante do fato, somente a radiocomunicação pode ser utilizada nestes casos.

Por estar intrinsecamente atrelada ao conceito de “missão crítica”, segundo o qual a falha no envio da mensagem pode causar o perecimento de vidas humanas ou perdas de patrimônio vultosas, a radiocomunicação contínua até os dias de hoje em alta.

Nesse sentido podemos afirmar que nenhum sistema de informação teve um ciclo de vida tão duradouro e longevo, haja vista ter sido inventada por Guglielmo Marconi, que documentou experimentos em 1890, há mais de cento e vinte e quatro anos.

Fonte: Jornal do dia

Menos concorrência no mercado corporativo de telecomunicações

A consulta pública número 15 da Anatel, que tem como tema a possível extinção do Serviço Móvel Especializado e a consequente adaptação do instrumento de outorga do serviço para Serviço Móvel Privativo ou Serviço Limitado Especializado, sinaliza uma tendência de concentração do serviço de telecomunicações – ainda maior – em poder das grandes operadoras.

O Serviço Móvel Especializado, ora em vias de extinção, é utilizado em grande parte por clientes corporativos que demandam soluções de radiocomunicação para redes de grande porte a partir de 500 terminais. Grandes siderúrgicas, portos, aeroportos, indústrias das mais variadas, utilizam a radiocomunicação para gerenciamento de processo e agilização de tarefas.

Outrossim, os serviços em questão são de relevante importância para o setor produtivo brasileiro especialmente para a indústria e agronegócio, que tem sido o baluarte da economia brasileira e responsável por 25% do PIB brasileiro, e há anos tem salvado a balança comercial do Brasil de amargar déficits ainda maiores.

Ademais, o Serviço Móvel Especializado e outras submodalidades também suportam serviços essenciais a sociedade em todo território nacional, tais como, Samu, Defesa Civil, Guarda Municipal, Segurança Pública, Serviço de Trânsito, entre outros. Tais serviços não podem ser atendidos por aplicações over-the-top (OTT), em razão de tratar-se de missão crítica onde há risco iminente de morte ou perdas patrimoniais vultosas.

No âmbito privado, o Serviço Móvel Especializado suporta aplicações de voz e dados ligadas a automação industrial e diretamente ao processo de melhoria da eficiência produtiva. Cabe lembrar que ao longo dos anos o Serviço Limitado e suas submodalidades, dentre elas o Serviço Móvel Especializado, vem perdendo espectro para outros serviços tais como o Serviço Móvel Privativo que no caso do 450 mhz, por exemplo, sequer possuem equipamentos para utilizar as faixas.

As operadoras sustentam que aplicações over-the-top, permitirão a formação de grupos de clientes que poderão se conectar com baixo custo. Sabendo dos atuais níveis de qualidade das operadoras, campeãs de reclamações no Procon, fica difícil imaginar que será uma comunicação de boa qualidade.

Esperamos que a Anatel avalie na formulação da nova resolução o que é melhor para a sociedade brasileira como um todo, que para seu desenvolvimento necessita de vários serviços de telecomunicações, sendo o de telefonia celular um serviço de relevante importância, mas não o único. Para o país se desenvolver com sustentabilidade, o espectro radioelétrico tem que ser dividido com parcimônia de modo a garantir a universalização dos serviços de telecomunicações.

Adriano Facchini é empresário de telecomunicações e presidente da Aerbras – Associação das Empresas de Radiocomunicação do Brasil.

Fonte: Aerbras

MOTOROLA – EXÉRCITO ADQUIRE SOLUÇÕES DE RADIOCOMUNICAÇÃO DIGITAL PARA A SEGURANÇA DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

SÃO PAULO, 16 de maio de 2013 – O Exército Brasileiro está adiantado nos preparativos para a Copa das Confederações e anuncia a compra de tecnologia da Motorola Solutions, provedora líder em serviços e soluções de comunicação de missão crítica para governos e empresas, que serão utilizadas na segurança durante os jogos em junho, no Brasil. Os sistemas digitais de radiocomunicação de voz criptografada também serão utilizados na Copa do Mundo de 2014, podendo haver expansão, de acordo com as necessidades do evento.

Com as soluções adquiridas, o Exército poderá exercitar o comando e controle de seus efetivos e cumprir com eficácia as missões pelas quais  será responsável na Copa das Confederações. O projeto já está em fase de implementação, e a primeira etapa de testes começou em abril, com previsão de término para o fim de maio de 2013. O sistema fará a cobertura, principalmente, em pontos considerados críticos, como os estádios e arenas, os centros de treinamento das equipes, hotel em que as delegações estarão hospedadas e aeroportos. Em locais mais distantes, sem cobertura da rede, serão utilizadas soluções móveis (repetidoras), que permitem a criação de uma rede para comunicação segura.

Pontos importantes

• As soluções serão utilizadas durante a competição nas cidades-sede: Brasília, Fortaleza, Recife, Belo Horizonte, Salvador e Rio de Janeiro.
•   Para Brasília será mantida a tecnologia da Motorola Solutions já utilizada desde 2011.
•   O contrato contempla a compra de rádios dos modelos APX2000, XTL e XTS.
•  O sistema digital de radiocomunicação vai permitir que todas as cidades- sede do evento estejam interligadas por uma rede IP.
•   Cada Estado terá visualização local, mas todo o monitoramento poderá ser feito pelo Exército em Brasília, de onde será possível acessar todas as posições e localizações das tropas, por meio do sistema de GPS dos próprios rádios, interligados às soluções do Exército, associadas às soluções da Motorola Solutions.

“Assim, como a Copa das Confederações é um pré-evento para a Copa do Mundo, será também um momento ímpar para que possamos pôr em prática nossos planejamentos para 2014. Dessa forma, esperamos estar prontos para as demandas de cooperação na área da segurança, contribuindo com os diversos órgãos envolvidos no âmbito federal e estadual, participando deste grande momento do Brasil. É importante ressaltar ainda que todos os equipamentos ficarão como legado, que será extremamente útil para as determinações de nossa presidenta, além dos limites dos grandes eventos”, diz o comandante de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército brasileiro, general Santos Guerra.

“Estamos sempre em busca de excelência em todas as soluções de segurança que oferecemos para o mercado. Ficamos muito honrados por fazer parte de um momento tão importante para o País e poder contribuir para que o mundo veja o Brasil como referência em segurança”, afirma Paulo Cunha, presidente da Motorola Solutions Brasil.

Fonte: Defesanet

Radiocomunicação na copa do mundo 2014

A Oluap Radiocomunicação oferece soluções de comunicação para as empresas. Através de locação, venda e assistência técnica especializada. Estamos preparados para o maior evento esportivo do mundo que será realizado no Brasil: Copa do mundo 2014. Portanto, entendemos que a utilização dos rádios comunicadores é muito importante e fundamental para segurança, agilidade na comunicação deste evento.

Aluguel de rádios Motorola

Aluguel de rádios Motorola