Estado Presente: Polícia inaugura sistema de radiocomunicação

O Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), realizou, nesta segunda-feira (06), solenidade para concretizar a migração de todo o sistema de radiocomunicação capixaba para o sistema digital.

Na oportunidade, o governador Renato Casagrande entregou novos 1.291 computadores à Polícia Militar. Esses avanços fazem parte de uma das ações do programa Estado Presente, focada no fortalecimento da infraestrutura e na aquisição de novas tecnologias.

“Temos em curso um grande programa de redução da violência, o Estado Presente, que trata da recomposição do efetivo policial, da estruturação das polícias com novos equipamentos e da proteção social – que envolve todas as secretarias de Governo, em ações de educação, assistência social, saúde, dentre tantas outras”, disse o governador.

Para Casagrande, ainda, investir em tecnologia é garantir mais qualidade no trabalho policial. “Vamos prosseguir dotando o nosso efetivo de ferramentas para fazer um trabalho mais qualificado. Apenas em 2011, a gestão atual fez um aporte de R$ 71 milhões em segurança e vamos, a cada ano, trabalhar cada vez mais para tornar as nossas polícias sempre mais eficazes, para garantir o sucesso do nosso programa e fazer do Espírito Santo um Estado mais seguro e com qualidade de vida para todos”, destacou o governador.

Codificação

A radiocomunicação digital codificada permitirá a melhoria na qualidade de comunicação, já que o som é mais claro e tem menos ruído, além de aumentar a área de cobertura. De acordo com o chefe de Polícia Civil, delegado Joel Lyrio, com esses avanços tecnológicos as unidades policiais poderão trabalhar de forma integrada. “As informações vão chegar mais rápidas e, em breve, teremos um resultado bastante favorável”, acrescentou o delegado chefe.

O rádio digital ainda proporcionará uma comunicação mais segura, graças à criptografia, que é um modo de codificação da conversação, tornando-a praticamente impossível de ser monitorada. Essa ferramenta contribui para maior segurança das operações policiais, visto que ninguém terá acesso às comunicações interceptando a comunicação via rádio. A migração foi feita nas cinco torres de que a Polícia Civil dispõe, sendo uma localizada em Vitória, duas no Norte e duas no Sul do Estado.

O projeto foi realizado em parceria, com mão obra conjunta entre a Sesp e a Polícia Civil. A secretaria adquiriu e repassou os rádios digitais para a Polícia Civil e também cedeu apoio logístico para a instalação dos equipamentos. O secretário de Segurança Pública, Henrique Herkenhoff, relembrou outros investimentos, como a Internet banda larga e a entrega dos computadores às Polícias Civil e Militar. “Estamos priorizando de imediato as unidades operacionais. Temos que potencializar o trabalho dos policiais com mais recursos para que o trabalho seja mais eficaz”, afirmou Herkenhoff.

De acordo com o subgerente de Telecomunicações da Sesp, Wellington Poleze, será um avanço enorme e as vantagens serão muitas. “Com a transmissão digitalizada, ganhamos em clareza de sinal e temos um sensível aumento na cobertura. Somando-se a isso a encriptação, a comunicação passa a ser praticamente inviolável. Esse é um momento histórico e significa um avanço tecnológico inédito na área de telecomunicações da Polícia Civil”, ressaltou.

Polícia Militar recebe novos equipamentos

Durante a solenidade, equipamentos modernos, de última geração e com grande capacidade de processamento, também foram entregues à Polícia Militar. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) investiu mais de R$ 3 milhões na compra de microcomputadores, notebooks e estação de alto desempenho que irão modernizar e otimizar o trabalho policial. Ao todo, 1.291 máquinas foram adquiridas.

Para o comandante geral da Polícia Militar, coronel Ronalt Willian de Oliveira, esses investimentos reforçam o compromisso do Governo do Estado de enfrentar a criminalidade com recursos tecnológicos. “Nunca se investiu tanto em tecnologia como nos últimos anos. Vivemos uma era diferente em nosso Estado. Com recursos tecnológicos podemos planejar de forma mais eficiente as ações policiais e obter resultados. Isso beneficia a corporação, o policial que está na ponta durante o atendimento da ocorrência e, sobretudo, a população capixaba”, frisou.

Parte desse equipamento já foi entregue. As máquinas foram instaladas prioritariamente no Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) e no setor de Inteligência da Corporação. As demais, totalizando 850 computadores, serão entregues às unidades operacionais da Polícia Militar em todo o Estado.

Agilidade

“Esses equipamentos serão fundamentais para que o policial possa acessar os sistemas da Secretaria de Segurança Pública, dentre eles, o monitoramento veicular, o mapa do crime, dentre outros sistemas operacionais. Os recursos irão agilizar o acesso à informação e oferecer maior eficiência às ações de segurança pública”, disse o tenente coronel Sérgio Pereira Ferreira, gerente de Tecnologia da Informação da Sesp.

De acordo com o tenente coronel, o Ciodes já está todo modernizado. “Com equipamentos novos e modernos, temos garantido melhoria do atendimento à população que liga para o Ciodes. Foram instaladas estações robustas que permitem a aplicação de sistemas de geoprocessamento e mais rapidez para o despacho do recurso no atendimento da ocorrência”, finalizou.

Fonte: Portal do Governo do Estado do Espírito Santo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>