Equipamentos digitais modernizam radiocomunicação em São José

radiocomunicação-digital

Houve um acréscimo de qualidade, e isso ajuda muito no dia a dia” diz o operador da Guarda Civil Municipal, Vanderlei Graciano (Foto: Divulgação/PMSJC)

O serviço de radiocomunicação da prefeitura de São José dos Campos agora é totalmente digital. Um grupo de 60 servidores passará por treinamento, até esta quinta-feira (17), no auditório do Centro de Operações Integradas (COI), para entender e aprender a operar o novo sistema e multiplicar a informação aos setores que utilizam o recurso na administração.

A prefeitura possui 700 terminais de rádios portáteis instalados em veículos oficiais. O sistema permite o diálogo entre os usuários em trânsito, principalmente com os operadores das cabines de atendimento do COI. Toda ocorrência que chega ao COI através do 190 é repassada via rádio com o objetivo de acelerar as providências necessárias.

“Esses novos equipamentos mostram a posição exata da viatura e o local onde o servidor estiver utilizando o modelo portátil, pois têm um sistema de GPS integrado”, disse o coordenador do Centro de Operações Integradas (COI), inspetor regional Elvis de Jesus, da Guarda Civil Municipal, se referindo a uma das ferramentas que torna o atendimento emergencial mais ágil.

A inovação tecnológica permite maior sigilo nas comunicações operacionais intersecretarias, além da ampliação na área de cobertura e a agregação de novos serviços. Os equipamentos passaram a ser operados no sistema totalmente digital, em que a transmissão das informações tem mais qualidade sonora, dados em letreiros digitais e emissão de protocolos de segurança.

A principal diferença entre os rádios digitais e os analógicos está na maneira como as informações são processadas pelo sistema. As transmissões de voz e dados são feitas por ondas de rádio, entretanto, os rádios digitais convertem as comunicações em uma série de números ou dígitos (combinação binária), preservando a qualidade das transmissões, tornando o sistema mais eficiente e dinâmico, além de mais seguro.

Essas qualidades na comunicação têm sido os fatores de maior relevância enfatizados pelas equipes de trabalho que atendem as ocorrências na rua. “Houve um acréscimo de qualidade, e isso ajuda muito no dia a dia de quem precisa se comunicar de forma rápida e eficiente”, disse o operador da Guarda Civil Municipal, Vanderlei Graciano.

Além de tornar a comunicação mais moderna, a mudança foi considerada necessária, já que o sistema analógico, implantado em 1988, era mais suscetível a interferências, ruídos e invasões clandestinas. O novo sistema passou por testes e já está em funcionamento em aparelhos usados pelas secretarias de Defesa do Cidadão, Desenvolvimento Social, Saúde, Administração e pela Urbam (Urbanizadora Municipal).

O servidor José Carlos Toledo, da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), relata que na última semana, graças ao novo sistema, um agente da Ronda Social recebeu o apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar instantes após o acionamento via rádio. “O aparelho funcionou perfeitamente e em menos de cinco minutos chegaram as viaturas, e além disso agora temos qualidade de áudio nas comunicações”, afirmou o servidor, que trabalha na cabine de despachos da SDS no COI.

Fonte: Portalr3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>