Desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente

“Não são nossas habilidades que revelam quem realmente somos; são as nossas escolhas.”
Harry Potter e a Câmara Secreta

Um mundo melhor começa em nós

Todos nós desejamos viver num mundo melhor, mais pacífico, fraterno e ecológico. O
problema é que as pessoas sempre esperam que esse mundo melhor comece no outro. Por
exemplo: preferem esperar que um vizinho ou amigo convide para plantar uma árvore ou
começar uma coleta seletiva de lixo, em vez de tomar a iniciativa.

Tem gente que acha mais fácil ficar reclamando que ninguém ajuda, mas não se perguntam se estão fazendo a sua parte em defesa do Planeta. Uma coisa é certa: para conseguir convencer os outros a modificarem seus hábitos, precisamos modificar os nossos primeiro, não é mesmo?

Se quisermos um planeta preservado, de verdade, não basta apenas lutar contra poluidores e depredadores. É preciso também nos esforçar para mudar nossos valores consumistas,
hábitos e comportamentos que provocam poluição, atitudes predatórias com os animais, as
plantas e o meio ambiente. Mas só isso não basta, pois não há coerência em quem ama os
animais e as plantas, mas explora, humilha, discrimina, odeia seus semelhantes. Por isso
precisamos, além nos tornarmos ambientalmente corretos em nossas ações, fazer esforços
para sermos também mais fraternos, democráticos, justos e pacíficos com os nossos
semelhantes.

Por outro lado, é importante não ficar esperando a perfeição individual – pois isso é inatingível!

O fato de adquirirmos consciência ambiental não nos faz perfeitos nem mais democráticos;
ainda assim é preciso agir. O importante é que tenhamos o compromisso de ser melhor todo dia, procurando sempre nos superarmos.

Um sábio chinês chamado Confúcio disse, há cerca de 5 mil anos, que se alguém quisesse
mudar o mundo, teria de começar por si próprio, pois mudando a si próprio, sua casa mudaria.

Mudando sua casa, a rua mudaria. Mudando a rua, o bairro mudaria. Mudando o bairro,
mudaria o município e assim por diante, até mudar o mundo.

Considerando que nossa atividade empresarial provoca impacto no Meio Ambiente, de
diversas maneiras, seja pelo uso do espaço radioelétrico, seja pelo descarte de materiais
agressivos ao meio-ambiente, como as baterias utilizadas nos rádios portáteis que
comercializamos, podemos começar a construir um mundo melhor, dentro de nossas
empresas, através da prática de ações que visem à utilização racional dos recursos ambientais à nossa disposição, sempre com o intuito de causar o menor impacto ambiental possível “em nossa casa”.

ABAIXO RELACIONAMOS ALGUMAS AÇÕES QUE ESTÃO AO ALCANCE DE TODOS
NÓS

• AVISAR AOS CLIENTES PARA NÃO DESCARTAREM AS BATERIAS NO LIXO -
INFORMAR SOBRE O PROCEDIMENTO DE DESCARTE

• ENCAMINHAR AS BATERIAS DESCARTADAS AO DISTRIBUIDOR AUTORIZADO QUE PROVIDENCIARÁ, JUNTO AO FABRICANTE, A CORRETA DESTINAÇÃO DESTE MATERIAL TÓXICO

• COLETA DE LIXO SELETIVA: PARTICIPEM CASO SUA CIDADE POSSUA ESTE
SERVIÇO. CASO NÃO POSSUA, SENSIBILIZEM AS AUTORIDADES PARA CRIAR O
SERVIÇO.

• USO INTELIGENTE DA ÁGUA – USAR DE MODO RACIONAL, COMBATENDO O
DESPERDÍCIO, É MAIS BARATO E MELHOR PARA A NATUREZA.

• USO INTELIGENTE DA ENERGIA ELÉTRICA – USÁ-LA DE MODO RACIONAL E
COMBATENDO O DESPERDÍCIO É MAIS BARATO E MELHOR PARA A NATUREZA.

Dane Avanzi
Presidente da AERESP

Fonte: http://www.aerbras.com.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>