Comunicação de Emergência

A mais nobre utilidade do radio é a comunicação de emergência. Em casos de calamidade pública aonde faltam recursos convencionais de comunicação, o rádio, por sua praticidade pode auxiliar em operações de ajuda, mas o que fazer no caso de emergência? Eu e minha estação estamos preparados? Com quem me comunico? Estaria ajudando ou atrapalhando as comunicações?

Um dos princípios básicos durante uma situação de emergência é fazer de tudo para ser parte da ajuda, e não do problema, para isso antes de sair correndo para o rádio, avalie a situação, tenha certeza que primeiramente você e sua familia não estão correndo risco de vida.

Preparação

Em caso de uma calamidade pública as equipes de ajuda podem estar distantes, ou sobrecarregadas, acarretando demora para o socorro chegar, por isso é importante estar preparado, não somente manter a estação de rádio em funcionamento, mas primeiramente suas necessidades básicas e de sua familia.

Procure fazer um kit de emergência de fácil acesso; É mais prático pegar uma bolsa ou mochila com o básico necessário para emergência do que ficar correndo em casa e procurando o que você precisa.

Idéias de utilitários que podem ser usados em casos de emergência

- Lanterna

- Pilhas extras

- Caixa de fósforo

- Velas

- Canivete

- Kit básico de primeiros socorros (e saber usá-lo!!)

- Pequeno extintor de incêndio do tipo ABC

- Papel, caneta e lápis

- Rádio AM/FM portátil etc…

- Cobertor leve

- Papel Higiênico

- Itens de higiene pessoal (escova/pasta de dente, etc…)

- Sacos de lixo

- Qualquer outro item que achar necessário, desde que seja o mais portátil possível.

PX em situação de emergência

Organização e preparo fazem a diferença em uma situação emergência. O ideal seria formar “redes ou grupos de ajuda”, isso pode ser o PX clube da sua cidade, ou qualquer grupo organizado de PX, o importante é que existam pessoas nesse grupo que organizem a comunicação, simplesmente ligar o radio e sair falando pode atrapalhar.A organização é especifica de acordo com vários fatores locais como: topografia, acesso a comunicações, quantidade de operadores etc…

Estação e equipamento de rádio para emergência

- Tenha sempre em mãos papel e caneta, anote as informações contendo, data, horário, identificação de quem te passou o QTC e para quem foi retransmitido. As anotações precisam ser organizadas e levadas a sério.

- Relógio

- Rádio, de preferência que tenha SSB (USB/LSB), pois pode proporcionar uma comunicação mais distante.

- Além da antena que você usa no dia dia, procure ter uma antena extra de fácil acesso, como uma dipolo por exemplo.

- Mapa local, marcando no mapa a origem do QTC, dessa forma fica mais fácil visualizar a área afetada.

- Fonte de energia não convencional, pode ser desde uma simples estação móvel, como sistemas mais sofisticados de energia solar, gerador de eletricidade, etc…

Geralmente as grandes redes nacionais de emergência são compostas por rádio amadores (PY), por isso vale a pena estudar e tirar a licensa de rádio amador.

Por último, o mais importante…

Bom senso, isso é o mais importante.

Não estamos em situação de emergência 24 horas por dia, a não ser os profissionais diretamente ligados a emergência, o cidadão comum pode não ter a visão ampla ou estabilidade emocional para lidar com essas situações. A aquisição de uma estação de PX não lhe confere a habilidade automática de lidar com emergências, por isso tenha bom senso, procure ajudar, mas se não puder, nao atrapalhe.

Fonte: PX, Antenas e Curiosidades



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>