Rádio Dep 450 Motorola

Rádio Dep450- Opera em modo Analógico e digital

Simples e econômico, o rádio digital/analógico bidirecional portátil DEP 450 mantém seus funcionários conectados de modo eficiente, além de crescer junto com o seu negócio. Combinando o melhor da funcionalidade dos rádios bidirecionais com as mais recentes tecnologias digital e analógico, o DEP 450 é perfeito para o usuário do dia a dia que deseja ficar sempre conectado. Totalmente compatível com a família MOTOTRBO de rádios, o DEP 450 possui qualidade de áudio superior, excelente cobertura, bateria de longa duração e muito mais. Simples e econômico, o rádio digital/analógico bidirecional portátil DEP 450 mantém seus funcionários conectados de modo eficiente, além de crescer junto com o seu negócio. Combinando o melhor da funcionalidade dos rádios bidirecionais com as mais recentes tecnologias digital e analógico, o DEP 450 é perfeito para o usuário do dia a dia que deseja ficar sempre conectado. Totalmente compatível com a família MOTOTRBO de rádios, o DEP 450 possui qualidade de áudio superior, excelente cobertura, bateria de longa duração e muito mais.
Você também pode escolher o modelo DEP 450 apenas analógico*, que fornece ótima comunicação por voz hoje, e, quando você estiver pronto, ele também estará pronto para lhe oferecer comunicação digital clara e nítida. Tudo que você precisará será uma simples atualização de software. *Esta versão analógica será disponibilizada em 2014

Não importa quais são as suas necessidades, o DEP 450 é uma solução simples, confiável e de baixo custo para ajudar equipes a se manterem conectadas, coordenadas e colaborando para fazer o melhor trabalho. Melhore a eficiência da sua operação com a comunicação por voz fácil de usar que melhor se ajusta a você.

Conheças  as características do Dep450 

Fonte: Oluapmot

 

ssp vai licitar sistema de radiocomunicacao digital em santa catarina

O serviço de radiocomunicação nas forças de segurança pública de Santa Catarina, que trabalham há 12 anos com o modelo analógico, vai enfim migrar para o digital. Em agosto, a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado) montou uma comissão formada por integrantes das polícias Militar e Civil, do IGP (Instituto Geral de Perícias) e Deap (Departamento Estadual de Administração Penal), com o intuito de discutir as bases de um edital de licitação para o sistema digital. A comissão encerrará os trabalhos até o final de setembro. “A apresentação final indicará a melhor forma de fazer a licitação dos rádios para o sistema digital,

Fonte: ndonline

 

Aerbras divulga pesquisa sobre uso da radiocomunicação no Brasil

Diante da profusão de aplicativos e meios de comunicação instantâneos, muitas pessoas imaginam que os processos mais tradicionais estão em declínio, enquanto os novos estão chegando para ganhar um lugar ao sol. De fato, essa é uma realidade, mas quando o assunto é radiocomunicação, tal pensamento não se justifica.

Para provar essa teoria, a Aerbras – Associação das Empresas de Radiocomunicação do Brasil – realizou a primeira Pesquisa Nacional Aerbras de Radiocomunicação. Com o objetivo de evidenciar a importância da radiocomunicação como ferramenta indispensável ao Poder Público e ao setor privado, foram ouvidas 746 empresas que fazem uso desse sistema.

Durante a pesquisa, foi possível perceber que depois de mais de 100 anos, o uso da radiocomunicação ainda é de suma importância para a efetividade de processos de comunicação nas empresas. Cerca de 34% dos ouvidos disseram que a radiocomunicação agrega mais rapidez aos processos, 28% garantiram que é a comunicação mais instantânea e 24% acham a mobilidade oferecida pelo sistema o melhor atrativo.

Além disso, foi possível perceber que para as empresas, o uso da radiocomunicação é de baixo custo, a manutenção e reposição dos equipamentos é eficiente, e que a mudança do sistema analógico para o digital será implementado pelas empresas em até cinco anos, gerando ainda mais eficiência.

Segundo o presidente da Aerbras, Adriano Fachini, a utilização do rádio ainda está em grande expansão. “A radiocomunicação mantém-se como o principal meio de telecomunicação, seja na administração pública direta e indireta, seja no setor privado. Podemos citar como os principais segmentos produtivos usuários do serviço o setor industrial, em especial siderúrgicas e farmacêuticas, passando por empresas prestadoras de serviços públicos de água, eletricidade, gás, entre outras”, afirma.

“Em um mundo no qual o ciclo de vida das tecnologias é cada vez mais curto, é de se admirar que em meados do século XXI a radiocomunicação completou um século. Tal fato traduz a verdade indelével que o que é bom vem pra ficar, e isso quem afirma não somos nós, é o consumidor que sabe muito bem separar o essencial do supérfluo”, finaliza Fachini.

Fonte: Jonaldiadia

 

Samu do Paraná terá sistema de radiocomunicação digital

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Paraná vai migrar do sistema de radiocomunicação analógico para o digital a partir deste ano. A mudança vai melhorar a qualidade da transmissão de informações entre as centrais de regulação e as equipes que atuam no resgate e atendimento pré-hospitalar da população.

Os novos equipamentos estão sendo instalados em todas 183 ambulâncias e 12 centrais de regulação do Samu em funcionamento no Estado. Além disso, 80 antenas repetidoras vão garantir a cobertura do sinal digital em todo o território paranaense.

Segundo o coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria estadual da Saúde, Vinícius Filipak, o sistema digital permite uma comunicação mais clara entre os profissionais, aumenta o alcance da cobertura do sinal e facilita o trabalho de localização das ambulâncias, visto que os aparelhos operam com GPS integrado.

“Desta forma, as centrais de monitoramento podem acompanhar o deslocamento das ambulâncias em tempo real, inclusive verificando as melhores rotas e calculando o tempo de chegada até o local de destino”, destaca o coordenador.

Outra diferença é que, diferente do sistema analógico, a transmissão digital só pode ser recebida por aparelhos previamente configurados, o que torna a comunicação mais segura e sigilosa. “Este tipo de frequência garante a confidencialidade das informações e acaba com a possibilidade de interferência”, informa Filipak.

Até agora, a radiocomunicação digital já foi implantada em Curitiba e Região Metropolitana, Foz do Iguaçu e Litoral. As próximas regiões beneficiadas serão Apucarana e Maringá. A intenção é finalizar esse processo de conversão até dezembro deste ano.

SERVIÇO – O Samu do Paraná atende pelo telefone 192 e está disponível em 289 municípios. Isso representa uma cobertura de quase 80% da população paranaense. A orientação é que o serviço seja acionado em casos de urgência, como casos de infarto, acidente vascular cerebral (AVC), hipertensão arterial e febre alta, cortes e fraturas, entre outros.

COMO FUNCIONA O SAMU:

• Ao discar o número 192, o cidadão acionará a central de regulação do Samu, que conta com profissionais de saúde treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone.

• São estes profissionais que definem o tipo de atendimento, ambulância e equipe adequada para cada caso. O Samu deve ser acionado em caso de urgência.

• Há situações em que basta uma orientação por telefone. Outras em que uma equipe de socorristas é deslocada para prestar o primeiro atendimento e encaminhar o paciente para a unidade especializada.

 

Fonte:bemparana

Certificado Revenda Platinum Motorola 2014

Certificado Revenda Platinum.2014

 

A Oluap Radiocomunicação mais uma vez recebeu o reconhecimento da parceria Motorola Solutions na comercialização de Rádios profissionais e Sistema digitais Mototrbo.  Em Maio de 2014 recebeu o  Certificado Revenda Platinum Motorola no evento proporcionado anualmente pela Motorola Solutions para os Parceiros Motorola no Brasil.

 

Fonte: OluapNews

Equipamentos digitais modernizam radiocomunicação em São José

radiocomunicação-digital

Houve um acréscimo de qualidade, e isso ajuda muito no dia a dia” diz o operador da Guarda Civil Municipal, Vanderlei Graciano (Foto: Divulgação/PMSJC)

O serviço de radiocomunicação da prefeitura de São José dos Campos agora é totalmente digital. Um grupo de 60 servidores passará por treinamento, até esta quinta-feira (17), no auditório do Centro de Operações Integradas (COI), para entender e aprender a operar o novo sistema e multiplicar a informação aos setores que utilizam o recurso na administração.

A prefeitura possui 700 terminais de rádios portáteis instalados em veículos oficiais. O sistema permite o diálogo entre os usuários em trânsito, principalmente com os operadores das cabines de atendimento do COI. Toda ocorrência que chega ao COI através do 190 é repassada via rádio com o objetivo de acelerar as providências necessárias.

“Esses novos equipamentos mostram a posição exata da viatura e o local onde o servidor estiver utilizando o modelo portátil, pois têm um sistema de GPS integrado”, disse o coordenador do Centro de Operações Integradas (COI), inspetor regional Elvis de Jesus, da Guarda Civil Municipal, se referindo a uma das ferramentas que torna o atendimento emergencial mais ágil.

A inovação tecnológica permite maior sigilo nas comunicações operacionais intersecretarias, além da ampliação na área de cobertura e a agregação de novos serviços. Os equipamentos passaram a ser operados no sistema totalmente digital, em que a transmissão das informações tem mais qualidade sonora, dados em letreiros digitais e emissão de protocolos de segurança.

A principal diferença entre os rádios digitais e os analógicos está na maneira como as informações são processadas pelo sistema. As transmissões de voz e dados são feitas por ondas de rádio, entretanto, os rádios digitais convertem as comunicações em uma série de números ou dígitos (combinação binária), preservando a qualidade das transmissões, tornando o sistema mais eficiente e dinâmico, além de mais seguro.

Essas qualidades na comunicação têm sido os fatores de maior relevância enfatizados pelas equipes de trabalho que atendem as ocorrências na rua. “Houve um acréscimo de qualidade, e isso ajuda muito no dia a dia de quem precisa se comunicar de forma rápida e eficiente”, disse o operador da Guarda Civil Municipal, Vanderlei Graciano.

Além de tornar a comunicação mais moderna, a mudança foi considerada necessária, já que o sistema analógico, implantado em 1988, era mais suscetível a interferências, ruídos e invasões clandestinas. O novo sistema passou por testes e já está em funcionamento em aparelhos usados pelas secretarias de Defesa do Cidadão, Desenvolvimento Social, Saúde, Administração e pela Urbam (Urbanizadora Municipal).

O servidor José Carlos Toledo, da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), relata que na última semana, graças ao novo sistema, um agente da Ronda Social recebeu o apoio da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar instantes após o acionamento via rádio. “O aparelho funcionou perfeitamente e em menos de cinco minutos chegaram as viaturas, e além disso agora temos qualidade de áudio nas comunicações”, afirmou o servidor, que trabalha na cabine de despachos da SDS no COI.

Fonte: Portalr3

Viaturas do SAMU regional já contam com Sistema de radiocomunicação

As viaturas do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) já contam, deste da semana passada, com mais uma ferramenta para auxiliar o atendimento de ocorrências.
O serviço recebeu a doação de 18 aparelhos de rádiocomunicação, que serão utilizados nas viaturas das cidades que compõe o SAMU regional: Bragança Paulista, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Joanópolis, Nazaré Paulista, Pedra Bela, Pinhalzinho, Piracaia, Socorro, Tuiuti e Vargem.
Um aparelho central também foi instalado na base da Central de Regulações Médicas em Bragança Paulista. Destes 18, 15 foram instalados em viaturas tripuladas na região e três em reservas técnicas de Bragança Paulista. Além da doação, realizada pela Polícia Civil, também foi autorizado formalmente a utilização de sua antena repetidora localizada no bairro Guaripocaba, para o Sistema de Rádio Comunicação do SAMU.
Antes, as equipes faziam uso de um sistema de celular corporativo, mas que dependia de fatores como o sinal de telefonia para funcionar.
Desta forma, o SAMU Regional deixou de depender de considerável importância financeira e ganhou uma ferramenta mais útil para prestar assistência pré-hospitalar na urgência e emergência.
O uso dos rádios facilitará a comunicação entre a base e as viaturas que estão na rua no atendimento de ocorrências.

Fonte: PortalBragança

radios comunicadores para samu em Atibaia

Na sessão do último dia 30, o presidente da Câmara, vereador Prof. Rodrigo Parras, apresentou uma indicação a respeito da necessidade de se equipar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

“Atualmente, a base do SAMU em Atibaia, em funcionamento por mais de dois anos, opera somente por meio da telefonia móvel, a qual é notória e sabidamente reconhecida como ineficaz”, estas foram as palavras de preocupação deferidas pelo vereador, que continuou: “a radiocomunicação é uma ferramenta imprescindível para a interlocução entre as equipes intervencionais do SAMU”.

Prof. Rodrigo acredita que, com os rádios fixos nas ambulâncias e portáteis (HT), o médico regulador recebe, em tempo real, informações para que sua decisão gestora, mesmo estando longe, seja a mais eficaz tanto para o usuário quanto para o sistema de saúde. “É uma medida de extrema necessidade. Espero que o pedido seja atendido, em prol da eficácia e eficiência do SAMU Atibaia”, finalizou.

Fonte: Atibaia

 

Radiocomunicação marca gol de placa na Copa do Mundo de 2014

A Copa do Mundo de 2014 teve início semana passada na capital paulista, com vitória da seleção canarinho que se deu ao luxo de ganhar de goleada, mesmo marcando o primeiro gol contra. O evento foi marcado pela apresentação de abertura que revelou ao mundo as tradições da cultura brasileira em suas mais diversas facetas, mostrando o que cada região brasileira tem de melhor.

Além da goleada, o Brasil mostrou que o país é show de bola também na ciência com a apresentação do Exoesqueleto, inovação de cientistas brasileiros que no futuro permitirá que muitos paraplégicos voltem a caminhar. Realizar um evento desse porte com a ameaça iminente de protestos e manifestações demandou muita energia e organização de diversas equipes ligadas à produção, organização e segurança do evento.

Como o sincronismo de operações necessita da tomada de decisões imediatas e coordenação de pessoas que atuam conjuntamente, somente um meio de comunicação pode proporcionar esse ganho de produtividade: a radiocomunicação.

Além das equipes que atuaram no espetáculo de abertura do evento, todas as atividades de segurança no entorno utilizaram a radiocomunicação, sendo as principais delas: Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, CET, Samu(Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), dentre outras.

Por que o rádio continua sendo insubstituível, mesmo havendo atualmente meios de comunicação mais modernos e sofisticados? Porque nenhum deles possui a confiabilidade da radiocomunicação. Quando se precisa ter certeza que a mensagem deve chegar ao seu destino com integridade absoluta no instante do fato, somente a radiocomunicação pode ser utilizada nestes casos.

Por estar intrinsecamente atrelada ao conceito de “missão crítica”, segundo o qual a falha no envio da mensagem pode causar o perecimento de vidas humanas ou perdas de patrimônio vultosas, a radiocomunicação contínua até os dias de hoje em alta.

Nesse sentido podemos afirmar que nenhum sistema de informação teve um ciclo de vida tão duradouro e longevo, haja vista ter sido inventada por Guglielmo Marconi, que documentou experimentos em 1890, há mais de cento e vinte e quatro anos.

Fonte: Jornal do dia

Alta tecnologia irá auxiliar o trabalho da Segurança na Copa

O uso de tecnologia para garantir a segurança durante a realização dos jogos da Copa do Mundo em Cuiabá é um dos trunfos da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp).
Por meio aéreo, o imageador térmico, equipamento de alta tecnologia com capacidade de gravação e de transmissão de vídeo em tempo real será usado pelo Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) durante o patrulhamento nos dias de jogos. O equipamento capta imagens em alta resolução e é capaz de ajustar a luminosidade para monitoramento noturno, além de contar com auxílio de sensor infravermelho.
Em terra, dois veículos de tecnologia embarcada, conhecidos como Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), vão operar equipados com ferramentas de informática e radiocomunicação, software, câmeras e monitores.
As bases terrestres realizam atividades de comando e controle em áreas específicas de interesse operacional, podendo ainda substituir o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), no caso de indisponibilidade deste último.
Tendo como principal característica a alta mobilidade, a viatura de videomonitoramento, denominada Plataforma de Observação Elevada (POE), possui hastes que atingem quase 16 metros de altura.
A peça vertical é equipada com câmeras no ponto mais elevado que geram imagens para o Centro de Comando e Controle Regional, oferecendo condições de visibilidade privilegiada, que irão facilitar a identificação de ações criminosas, agilizando a intervenção dos agentes públicos.
Como complemento ao aparato tecnológico, uma Delegacia Móvel atenderá a população, facilitando os serviços de polícia judiciária. Um delegado, investigadores e escrivães contarão com acomodações no veículo para o atendimento policial como a confecção de boletins de ocorrência e a lavratura de autos de prisão em flagrante.
Para lidar com bombas e artefatos explosivos, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) conta com um kit antibombas. A estrela deste kit é o robô antibomba (iRobot PackBot), conhecido por ser usado em situações de grande risco, e que já atuou nas guerras do Iraque e Afeganistão, bem como no desastre nuclear de Fukushima, no Japão.
Os integrantes da equipe antibombas receberam ainda traje antifragmentação, braço mecânico, raio x e demais equipamentos.
“A aquisição dessas tecnologias irá garantir a manutenção da segurança de residentes e turistas, de forma a assegurar que todos se preocupem apenas com a grande festa que estamos sediando”, disse o coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, coronel PM Joelson Geraldo Sampaio.

Fonte: Expressom